Origens

O lixo marinho aparece no mar pelas mãos do Homem, seja de forma direta ou indireta. Qualquer material duradouro, fabricado ou processado que é descartado ou abandonado, sem ser encaminhado para os locais correctos, pode originar lixo marinho. De acordo com as Nações Unidas, cerca de 80% de todo o lixo que encontramos no mar teve origem em terra. Apenas 20% estão relacionados com atividades marítimas. Naturalmente estas percentagens variam de região para região no globo, dependendo de factores como a intensidade do urbanismo e principais atividades económicas da região.  

 

Fontes terrestres


- Abandono negligente de lixo (perto ou longe da costa)

- Eliminação inapropriada de lixo em casa (Exemplo: Despejo de cotonetes na sanita)
- Inexistência ou sobrecarga das estações de tratamento de esgotos
- Falhas na gestão de resíduos durante a recolha, transporte, tratamento ou eliminação do lixo
- Atividades industriais

 

Mesmo quando estamos longe da costa, se não colocarmos o nosso lixo nos locais apropriados, este pode eventualmente originar lixo marinho. O lixo encontra o seu caminho para o mar através dos rios, esgotos, emissários de águas pluviais, empurrado pelo vento, arrastado pelas chuvas ou marés. As tempestades e eventos naturais extremos, como os furacões ou tsunamis, também são responsáveis por arrastarem grandes quantidades de lixo para o mar. 
 

Fontes marítimas


- Pesca comercial
- Atividades de recreio
- Marinha mercante, militar e de investigação
- Plataformas offshore de exploração de petróleo e gás natural
- Aquacultura

 

 

 

Impactes do Lixo Marinho

 

 

  • Instagram
  • Facebook

Departamento de Ciências e Engenharia do Ambiente

Faculdade de Ciências e Tecnologia

 Universidade Nova de Lisboa

Campus de Caparica

2829-516 Caparica

© 2019 Associação Portuguesa do Lixo Marinho